PSICOLOGIA

PSICOLOGIA
PSICOLOGA LUCIANA VOOS CRP 06/75105

Pesquisar este blog

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

A busca pelo amor II


As vezes tenho a impressão de que tudo o que buscamos nessa vida se resume em receber amor. Parece jargão mas é mais profundo do que aparenta. Iniciamos a vida desfrutando o amor dos pais, lutando e querendo-o o tempo todo. Ou muitas vezes, passamos uma vida inteira tentando entender porque eles não nos amaram. Tentamos lembrar uma palavra, um gesto que tenha nos tornado especiais por algum momento. Quando não pensamos nisso, inconscientemente transformamos nossa vida nessa busca eterna: alguem para nos amar... assim como os pais amaram... ou para compensar os pais que não amaram... enfim... O carrao nos torna especiais... uma grande casa... um bom emprego... um titulo... Pelo menos é o que queremos. Queremos não passar despercebido por essa vida... Mas o que é amor pra voce? Se ninguem nunca pensou nisso, deveria pois para cada pessoa esse amor pode variar... As vezes uma mãe não abraça, não diz te amo mas faz a comida que voce mais gosta... é a sua forma de amar. Acredito que nos relacionamentos, uma fonte eterna de sofrimento é a diferença de amar. Muitos casais se separam se amando e achando que não é amado. A dificuldade que temos de ver o outro é muito grande, e de nos mostrar tambem, será que falamos ao outro o que nos faz sentir amada? Voce pode ter uma excelente pessoa ao seu lado, mas se não se sentirem amados precisarão lutar muito para durar. Mas, o que é o amor pra mim... o que exatamente eu preciso para me sentir amada? E o que fazer para amar plenamente o outro? Muitas vezes a gente ama e o outro nem sabe disso... Hoje temos medo... medo de amar sozinho e ser deixado pra trás por alguém que simplesmente não nos viu...

"LUTAR PELO AMOR É BOM, MAS ALCANÇÁ-LO SEM LUTA É MELHOR."
William Shakespeare

Nenhum comentário:

Postar um comentário