PSICOLOGIA

PSICOLOGIA
PSICOLOGA LUCIANA VOOS CRP 06/75105

Pesquisar este blog

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Cumplicidade


Estou tentando entender qual a importancia da cumplicidade dentro de uma relação afetiva.
Será que ser cumplice é ser conivente, é tomar parte de algo de outrem? Conivente: vem do latim conivens, -entis, particípio presente de coniveo, -ere, fechar, fechar os olhos, fazer que não vê... Conivente: Diz-se das partes da planta que, aparentemente, tendem a aproximar-se.(dados do dicionario.online)

Então, ser cumplice do outro no relacionamento poderá significar parar de bater de frente com seu companheiro com o objetivo muitas vezes inútil de decidir quem é que está certo ou errado? Talvez estejamos gastando muito tempo dedicados a ficar mostrando ao outro o quanto ele está errado e, enquanto nos alegramos por estarmos certos, machucamos o coração da pessoa que amamos... Então, como é que ficam os sentimentos? Quem se dispõe de, ao inves de provar que esta certo, apenas falar ao outro como se sente quando algo o magoa..... Tem um ditado que diz que algumas vezes é melhor estar feliz do que certo... Será então que ser cúmplice não é deixar que o outro se perca no erro mas acima de tudo é poder aceitar o erro do outro como parte de uma vida humana. Claro que existem limites para isso, para essa aceitação, mas será que a gente conhece nossos limites? Conhecemos os limites do outro? Muitas vezes situações cotidianas, pequenas coisas causam grandes estresses. Essas pequenas diferenças não temos como evitar mas lidar de forma diferente pode ser a linha que divide o afastamento ou a aproximação de um casal.

Não diga que estou errada mas diga como se sente quando tomo algumas decisões... Não me diga que não sou boa o suficiente mas me mostre como posso ser melhor... Não me impeça de te contar meus sentimentos pois quando faço isso quero me aproximar de voce e não te machucar... Não me compare com ninguém pois quando isso acontece, voce mata minha alma aos poucos. Eu sou eu... voce é voce... não somos perfeitos mas podemos buscar nos sentir cada vez mais completos em todas as escolhas que fazemos.

As vezes imagino que podemos estar no meio de muitas pessoas e bastará apenas um olhar, um sorriso da pessoa amada para encher nossos corações de sua presença... E assim saberemos que somos cúmplices... assim saberemos que tendemos a nos aproximar cada vez mais... assim nosso amor dispensará os juramentos, ele apenas acontecerá, naturalmente.

"O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser." autor desconhecido

"Aquilo que se faz por amor está sempre além do bem e do mal." Friedrich Nietzsche

"Existe cumplicidade fortalecida,sem uma palavra proferida." Elis Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário