PSICOLOGIA

PSICOLOGIA
PSICOLOGA LUCIANA VOOS CRP 06/75105

Pesquisar este blog

sábado, 11 de junho de 2011

AMAR APESAR DE TUDO...




Para quem acha que para ter bons relacionamentos tem que escolher alguem que voce ame, desculpe lhe dizer mas descobri que em parte, isso é uma ilusão. O amor não é apenas um sentimento que eu "acho que sinto", o amor tem que ser desenvolvido... o amor que não dá frutos não é amor.

Amor é o que se tem de mais importante na vida; ele está por trás de tudo o que buscamos desesperadamente: dinheiro, poder, fama, relacionamentos, status... Mas nos parece dificil encontrá-lo porque simplesmente o idealizamos... e enquanto vivemos na busca desse amor ideal, nunca o encontraremos realmente...

Pensando nos relacionamentos afetivos, locais onde o "amor" é mais idealizado, vi nas palavras de Leloup que nós nos casamos com alguem na verdade para aprender a ama-lo. O amor não é algo pronto, simplesmente existe e nos faz felizes o tempo todo. Os relacionamentos passam por momentos de deserto e a maioria das pessoas não aguentam esses momentos. Quando as idealizações começam a cair, começamos a achar que não amamos mais; na verdade nunca amamos, so estávamos na fase de buscar aquilo que nos falta. Vou buscar no outro a parte que me falta, acaba sendo um amor narcisista, muito comum hoje em dia. Sirvo-me do outro para me tornar eu próprio, para me tornar inteiro. Num dia qualquer, ja não tenho necessidade desse outro... então, adeus!

Muitas vezes, nesses momentos, ou ocorrem os divórcios (na maioria das vezes) ou finalmente as pessoas decidem aprender a amar o outro como ele realmente é, em sua inteireza. Quando nos limitamos a amar uma imagem que projetamos sobre o outro, nós não somente nos enganamos, mas tambem enganamos o outro. Ficamos querendo evitar o fracasso dentro do relacionamento mas não percebemos que ele (o relacionamento) irá nos decepcionar,mais cedo ou mais tarde... faz parte do processo.

A verdade é que muitas vezes trata-se mesmo é do fracasso de nossas ilusões. O fracasso não é a última palavra, mas sim a ressurreição, o nascer de novo, diferente, mais evoluído. Mas antes que ela chegue, ha de se passar pelo dia do vazio, da carencia, pelo sabado santo. Não deve-se correr para preencher as carencias, deve-se enfrentá-la, vivencia-la com a certeza de que algo melhor virá. É preciso termos consciencia de que, no relacionamento, não nos cabe preencher as carencias do outro, pois nunca conseguiremos por completo. Pode ser que tentemos fazer tudo o que estiver ao nosso alcance e mesmo assim não garante que faremos o outro feliz.

Precisamos deixar de projetar o infinito em algo finito. Deixarei de lhe exigir TUDO, porque ele não é TUDO! A verdadeira felicidade se encontra em viver a vida como ela realmente é, com a temporada de chuvas e de desertos. "Em um casal em que os conjuges se amam verdadeiramente, o que um ama no outro não é somente suas grandes qualidades, mas tambem suas bobagens, suas fraquezas, seus defeitos..." POrtanto vemos que o amor tem formas de existir e precisa evoluir (ver artigo "O amor porneia" em COMPLEXOS).

Leloup diz que vivemos num mundo binário: ou é preto ou é branco. A realidade é sempre preta E branca. Não podemos ter o dia sem a noite, a luz sem a escuridão. Quando buscamos o amor, queremos só o que há de bom nele. O amor é o que nos torna mais felizes e, ao mesmo tempo, mais infelizes; o que nos faz o melhor bem e o pior mal. O próprio amor de Deus é assim... ao mesmo tempo que ele nos constrói, ele nos destrói. Para renascer precisamos morrer... a flor floresce para murchar assim como ela floresce para dar seu perfume. Luz em demasia ofusca a vista... Nós deviamos nos deixar perturbar, deviamos nos aceitar vazios, esburacados. Olhe para sua pele, ela está cheia de buracos para que voce possa respirar. "Aceitar-me como esburacado é aceitar-me para o outro... é aceitar o espaço do outro em mim."

Vivemos lutando para tentar tapar os buracos, preencher nosso nada, nossa carencia. Esse buraco apenas é o espaço do outro. Talvez seja por isso que esses buracos existem, porque Deus permite que eles aconteçam, para que Ele também tenha espaço para entrar.

" No próprio amago de nossa carencia, a plenitude pode oferecer-se para ser vivenciada."

FELIZ DIA DOS NAMORADOS!!!!


Bjus, bjus fonte: "Amar apesar de tudo" - Jean Yves Leloup imagem da net: cena do filme Titanic


Um comentário:

  1. Gosto quando fala das coisas do coração sem reservas, pois vejo uma forma diferente de olhar o amor, que mesmo diferente não perde sua beleza, por sair de você tem mais vida, tem muito amor. feliz dia dos namorados. bjo

    ResponderExcluir