PSICOLOGIA

PSICOLOGIA
PSICOLOGA LUCIANA VOOS CRP 06/75105

Pesquisar este blog

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Estar apaixonado sem se perder....




Já quiz sentir-se apaixonada? Quando pensamos em paixão, pensamos logo em relações amorosas. Na verdade, a paixão vai muito além disso.

Nos relacionamentos a sensação de estar apaixonado pode ser bom, mas é importante lembrar que a paixão é projetar no outro aquilo que desejamos ter ou ser, ou seja, de inicio tem mais a ver conosco do que com o outro.
Vemos no outro tudo aquilo que acreditamos que é bom para nós, nossa salvação, nossa felicidade eterna, a realização de nossos desejos. Tendemos a buscar no outro o que nos falta... Esse tipo de paixão acaba, a mágica se esvai. Então passamos a nos relacionar com a pessoa por inteiro, como ela realmente é... Então os sentimentos se transformam... se tornam ou mais sólidos ou insuportáveis ou talvez deixem de existir.

Mas quero falar de uma paixão que vai além disso. Estar apaixonado pela vida não deixara você desistir de seus sonhos; é a fonte do que você é; nem sempre percebemos mas temos fome por paixão. Paixão por futebol, por livros, por novela , por bichos, por uma crença... è preciso ir em busca de sua própria paixão e não viver a dos outros. Quando aprendemos a viver nossas paixões ficamos mais livres para nos relacionarmos sem nos misturarmos ou nos perdemos no outro.

“Quando você conta com outras pessoas
Para entusiasmar-se com a vida
Esta fazendo delas a fonte
De sua própria paixão.
Quando você depende de outras pessoas
Para estimulá-lo a sentir,
Esta lhes permitindo que controlem
sua existência.
Torne-se a fonte de sua própria paixão
Torne-se a fonte de sua própria existência.”

“Quando dizemos que alguém é carismático, o que realmente estamos percebendo é a sua paixão.”

“A paixão nasce do compromisso. Quando você esta comprometido com algo, quer seja um sonho, uma causa ou um relacionamento, você fica apaixonado. E quanto mais profundo seu compromisso, mais forte sua paixão. A experiencia interior de se comprometer com algo em que acredita desencadeia seu entusiasmo natural.”

“Quando uma pessoa esta desanimada deveria fazer a experiencia de se comprometer mais com aquilo em que acredita, sentir paixão na sua vida. Entregue-se de todo o coração, dedique mais tempo, expresse seu comprometimento através de palavras e atos. Talvez tarefas que pareciam maçantes passam a se tornar estimulantes. Voce descobrira que sua própria paixão estava esperando por uma oportunidade para eclodir e expressar-se.”

Texto baseado no livro Paixao de Barbara Angelis, 1998. (com trechos do livro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário